terça-feira, 23 de abril de 2019

Primavera em NY!




E NY inteira começa a ficar toda florida nesta deliciosa estação do ano! A gente vê flores nos canteiros das ruas, nos prédios, casas e nos parques da cidade. 

Em especial, o Central Park começa a ficar cada dia mais lindo!! E cheio de atividades! Se pretende visitar a cidade nesta estação, clique aqui para acessar o Guia da Primavera no Central Park  e aqui para acessar os eventos nos principais parques da cidade.




As temperaturas ficam em média assim em NY nesta época:

Março: Mín. de 1°C ou 33°F   / Máx. de 8°C ou 48°F
Abril: Mín. de 6°C ou 42°F   / Máx. de 14°C ou 59°F
Maio: Mín. de 11°C ou 53°F   / Máx. de 20°C ou 68°F
Junho: Mín. de 17°C ou 63°F   / Máx. de 25°C ou 77°F

Período: de 20 de março a 21 de junho de 2019.

Acesse aqui a previsão do tempo atualizada antes de viajar!

E confira algumas das novidades que acontecem  este ano em NY de março a junho no nosso post: NY na Primavera de 2019.


E aproveite!





terça-feira, 19 de março de 2019

Planejando sua viagem à NY para esta primavera?


Confira algumas novidades e eventos planejados para a primavera de 2019 na cidade.


1. Show de flores na Macy´s - Journey to Paradisios


Foto: www.macys.com


Durante duas semanas, roupas e os acessórios não serão os únicos itens coloridos em exibição na Macy's. Durante seu show anual de flores, a famosa loja de departamentos abriga lindos arranjos florais, música ao vivo, atividades infantis e palestras.


Período: de 24 de março a 7 de abril de 2019

Visite o site da Macy's para mais informações sobre o tema deste ano.


2. The Orchid Show - Cingapura

Há 16 anos milhares de flores embelezam o Conservatório Enid A. Haupt. Este ano a inspiração é Cingapura, onde a flor nacional é uma orquídea. A exposição nomeada como "City in a Garden", desenvolvida em parceria com Gardens by the Bay e Jardim Botânico de Cingapura, é uma homenagem a locais famosos em Cingapura como as "Supertrees" e os "Arches" - um destaque do National Orchid Garden.

Período: de 23 de fevereiro a 18 de abril, 2018

2900 Southern Blvd., Bronx, New York

Maiores informações acesse aqui.


3. T. Rex: The Ultimate Predator - Exibição especial no Museu de História Natural


Foto: https://www.amnh.org/exhibitions/t-rex-the-ultimate-predator

Uma exposição sobre o mais iconico dinossauro do mundo e sua família de tiranossauros através de modelos de tamanho natural, fósseis e modelos interativos.

Período: de  11 de março até 9 de agosto de 2019


 *Exposição especial, paga à parte na hora da compra da entrada ao museu.


4. Conservatório de borboletas no Museu Americano de História Natural 

Esta é uma das exposições sazonais mais importantes do Museu Americano de História Natural com mais de 500 borboletas vivas flutuando pelo ambiente cercado de flores tropicais e ficará até 27 de maio de 2019.

Período: de  6 de outubro de 2018 até 27 de maio de 2019

Local: Museu Americano de História Natural - Whitney Hall of Oceanic Birds, segundo andar



Foto: https://www.amnh.org/exhibitions/the-butterfly-conservatory/conservation

Maiores informações, acesse aqui.

5. Hanami: Cerejeiras no Brooklyn  Botanic Garden

Foto: https://www.bbg.org/collections/cherries


Para quem admira as cerejeiras e estiver na cidade, é possível participar desta contemplação às lindas flores, conhecidas como Hanami, no Brooklyn Botanic Garden, que abriga dezenas de variedades de flores. As visitas guiadas específicas para as cerejeiras costumam ser realizadas às quartas-feiras durante a temporada de visualização em abril. E termina o mês com a celebração das flores brilhantes com Sakura Matsuri, um festival de performances japonesas e acontecimentos culturais, nos dias 28 e 29 de abril.

Acompanhe no site do Brooklyn Botanic Garden as atualizações sobre o período que começarão a florescer.

Período: Mês de abril


6. Parada da Páscoa 

Foto: https://www.nbcnewyork.com/news/local/Easter-Parade-Fifth-Avenue-St-Patricks-Cathedral-Bonnets-Costumes-419578173.html

Todos os anos na Páscoa, acontece uma parada que segue na Quinta Avenida entre a 49 e 57th Street. A tradição é os participantes vestirem chapéus originais e diferentes e seguir pela avenida.

Data: 21 de abril, das 10 às 16hs.

Local: 5th Avenue, entre 49 e 57th Street


7. Abertura à visitação da Governors Island

Foto: https://govisland.com/


Governors Island é uma das ilhas próximas à Manhatan. Com aproximadamente 172 acres, fica à 800 metros do sul de Manhatan, bem próxima do Brooklyn. Ela fica fechada durante alguns meses para reforma e manutenção. E quando abre ao público, tem uma agenda cheia de atividades novas a cada ano, além das atividades já fixas da ilha como aluguel de bicicleta, playground, um forte chamado "Fort Jay", o "Castle Williams", encostas chamadas "The Hills" e um enorme escorregador "Slide Hill". E ainda tem até espaço reservado para picnic. Acesse o site oficial da Ilha para conhecer melhor!


Período: Aberta ao público de 1 de maio até  31 de outubro de 2019

Acesso: Por balsa (Ferry). Existem 2 balsas: Saindo do "Battery Maritime Building" ou do "Brooklyn Bridge Park" - Pier 6. Existe a possibilidade de comprar antecipado o ticket para a balsa pelo aplicativo "NY Waterways Mobile" conforme indicado no próprio side da ilha. Maiores informações sobre horários e valores da balsa, clique aqui.


Mais informações sobre as atividades na ilha, acesse aqui.


8. Coney Island e Brighton Beach


Foto: https://www.nycgo.com/attractions/coney-island

Coney Island é uma península localizada na parte sul do Brooklyn que conta com uma área de entretenimento com praia (Coney Island e Brighton Beach), com o NY Aquarium, lugares para alimentação e parques de diversões (entre eles o mais famoso, o Luna Park), que funcionam apenas uma parte do ano, normalmente entre a Páscoa e o Halloween.

Tem também um calçadão (Coney Island Beach & Boardwalk) à beira-mar que dá pra caminhar de Coney Island até Brighton Beach. No calçadão é possível visitar o NY Aquarium e também o parque de diversão Luna Park. Em 2019 o Luna Park abre a temporada dia 6 de abril e costuma fechar final de outubro. Para maiores informações de como chegar, acesse aqui.

As praias ficam abertas durante o ano todo mas é no verão é que ficam lotadas mesmo! Confira os horários e dias dos eventos aqui.

Maiores informações sobre Coney Island, acesse aqui.


9. Tribeca Film Festival

Para quem gosta de cinema esse festival foi criado em 2002 por Robert De Niro, Jane Rosenthal e Craig Hatkof, em homenagem  às vítimas dos ataques de 11 de setembro de 2001 e às perdas de vidas no bairro de TriBeCa, região sul de Manhattan. O Tribeca Film Festival se tornou  um dos festivais de cinema mais importantes do mundo. O festival traz um line-up com grande variedade de filmes independentes, incluindo documentários, curta-metragens e programa de filmes para famílias, além de um programa de premiação de artistas.

Em 2019 o Tribeca Film Festival acontecerá de 24 a 05 de maio. Os pacotes de ingressos já começaram a ser vendidos. Para maiores informações, acesse aqui.

Clique aqui, para ver os locais aonde serão exibidos os filmes.


10. Manhatanhange 


Foto: https://www.amnh.org/our-research/hayden-planetarium/resources/manhattanhenge/


Manhatanhange ou Solstício de Manhattan é um evento que ocorre ao pôr do solquando o Sol está alinhado entre as ruas (grelha de ruas) de Manhattan, criando um brilho radiante de luz de leste a oeste. O fenômeno ocorre duas vezes por ano. Em 2018, o primeiro fenômeno a aparecer a metade do sol, foi dia 29 de maio e o segundo com a metade do sol ocorreu dia 13 de julho em torno de 20:21hs. Já o fenômeno Manhatanhange com o sol inteiro entre as ruas ocorreu em 2018 dia 30 de maio e o seguinte dia 12 de julho em torno de 20:20hs, de acordo com as informações do site do Museu Americano de História Natural. Vamos ficar de olho para atualizar as datas para 2019 aqui!

A recomendação é que quanto mais oeste estiver posicionado melhor e as ruas transversais de melhor visão são 14º, 23º, 34º. 42º , 57º. Os edifícios Empire States e Chrysler fazem das ruas 34º e 42º, vistas impressionante.



Para outras informações de eventos em NY, acesse o site oficial de NY aqui. E consulte por data e região.

Enfim, a primavera é uma estação linda em NY. Desde passeios tradicionais e imperdíveis como Central Park, Washington Square Park, Union Square park, Brooklyn Bridge, Empire States, High Line e muitos outros até as jardineiras nas ruas e casas, ganham um ar alegre e especial com tantas flores! O que não faltará é coisa pra fazer por lá! Divirta-se! 

11. Shakespeare in the Park

Shakespeare in the Park é um evento em Nova York que já atraiu milhões de pessoas desde sua primeira apresentação no Teatro Delacorte do Central Park em 1962. 
Todo verão a Public Theater apresenta dois shows de Shakespeare, com ingressos gratuitos distribuídos no parque e outros locais ao redor da cidade. 
Este ano, Kenny Leon dirigirá a comédia 'Much Ado About Nothing', que acontece de 21 de maio a 23 de junho. Em julho, o drama político 'Coriolanus', dirigido por Daniel Sullivan de 16 a 11 de agosto. E a temporada do Delacorte se encerra com uma apresentação especial de 'Hercules', uma adaptação do filme musical da Disney de 1997, dirigido pelo fundador e diretor da Public Works, Lear deBessonet, que acontecerá de 30 de agosto a 8 de setembro.


Período: De 21 de maio até  8 de setembro de 2019

Local: Teatro Delacorte81st St & Central Park West ou 79th Street & Fifth Avenue

Para maiores informações sobre como adquirir os ingressos (Free Tickets), acesse aqui.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Viagem com eles em Orlando: Busch gardens



Esse é um parque da mesma rede que o Sea World e podemos dizer que apesar de ter algumas atrações para crianças menores, o forte dele são as montanha-russas. E são bem radicais!

Este parque fica em Tampa, mais ou menos há 1 hora de Orlando. É uma estrada boa e tranquila, mas pegar estrada é sempre um pouco mais cansativo.

Estrada até o parque

Estacionamento


Acho que o dia que fomos ao Busch Gardens foi o dia mais quente das nossas férias... Para se ter uma idéia quando saimos do parque umas 16hs estava 36 graus no termómetro do carro. E por estar tão quente, ficamos cansados mais rápido que os outros parques. Até porque não tem atraçoes fechadas como simuladores com ar condicionado para nos refrescarmos um pouco. Eu só vi uma atração fechada, um teatrinho, mas eles não quiseram nem ver o que era!

As filas das atrações na maior parte não tem ar condicionado, mesmo sendo cobertas contam apenas com alguns ventiladores e às vezes bebedor. Exceto a Sheetah Hunt, que possui ar condicionado no local de espera das filas mas não conseguimos ir pois a espera estava em 70 minutos e já estávamos bem cansados! Portanto, o negócio é tomar muito líquido e usar o protetor solar!

Montanha Russa Sheikra
Foto: www.viagemcomeles.com.br
Além das montanhas russas, o Busch Gardens tem um trem que anda pelo parque todo, com 3 estações para descer. No caminho vamos vendo vários animais como zebras, rinocerontes e girafas. Todos soltos! É possível também usar o trem para ir ao outro lado do parque sem ter que andar muito. Mas vale lembrar que o trem é aberto e quando pára fica bem quente!

 


 


Além desse local reservado aos animais, que inclusive é possível agendar um mini safári pago à parte, o parque todo possui alguns locais com animais que assim como em zoológicos às vezes não conseguimos ver, pois os animais estão escondidos!






O Busch Gardens tem também alguns brinquedos voltados para crianças menores. Mas não conseguimos nem dar uma olhadinha por falta de tempo...

No mesmo esquema do Sea World, no Busch tem algumas pequenas lanchonetes que ficam espalhadas pelo parque servem pizza, hotdogs, hamburgers, batatas e sorvetes. E tem alguns restaurantes como o Serengeti Overlook que tem vista para o Safari, entre outros. Além de uma loja de doces na entrada do parque:  Sultan’s Sweets. Como sempre preferimos comer lanches nos parques para não perder tempo, acabamos comendo um hotdog muito gostoso ao lado da montanha-russa Sheikra. 

Ah, os copos da Coca-cola Freestyle também são aceitos mas tem apenas uns 2 ou 3 locais com máquinas automáticas para refil e apenas algumas lanchonetes aceitam encher. O copo do Sea World caso já tenha comprado, pode ser usado. Nesse caso, o refil caso já possua o copo custa 0,99 dólares + imposto.

Ah, os lockers são todos pagos assim como no Sea World - 2 dólares por 2 horas. Mas tem lockers que ficam próximos a mais de 1 brinquedos, então se o tempo de fila não for ultrapassar 2 horas, vale a pena aproveitar o mesmo armário.

E assim como no Sea World eles também tem uma estação pequena com bancos para carregar os celulares... e dar uma descansada!

Acesse aqui o site do parque com mais detalhes da agenda e atrações! E boa diversão!


segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Viagem com eles em Orlando: Sea World


Foto: www.viagemcomeles.com.br

O Sea World está se renovando e, pelo menos em Orlando, investindo também em montanhas russas como a Mako, a Kraken, a famosa e mais antiga Manta e Journey to Atlantis que cai na água. E em 2018 estreiou a Infinity Falls que ainda estava em construção quando  fomos em julho.

Foto: www.viagemcomeles.com.br


O dia em que fomos estava muuuuito quente e cheio!! Mas mesmo assim conseguimos conhecer as atrações principais e aproveitar alguns shows.


Shark Encounter
Foto: www.viagemcomeles.com.br

Show dos golfinhos (Dolphin Days)
Foto: www.viagemcomeles.com.br

Show das Baleias (One Ocean)
Foto: www.viagemcomeles.com.br


Achamos que o Sea Word atualmente atende várias idades pois tem 3 montanhas russas bem legais e radicais mas também tem atração na água, uma atração com pinguins misturada com montanha russa para crianças menores (não conseguimos ir pois os meninos desistiram por causa da fila...) além dos shows com golfinhos, morça e as famosas baleias. Ah, tem também um aquário de tubarões, não muito grande, mas vale a pena ir. Além de outros aquários pequenos na entrada de algumas atrações.

Foto: www.viagemcomeles.com.br

O parque tem algumas lanchonetes com pizza, sanduíches e sorveteria e mais 2 restaurantes com vista para o aquário das baleias e outro dos tubarões.

O Sea World também tem parceria com os copos da Coca-cola Freestyle, mas o copo é específico dos parques da rede. Ou seja, dá pra utilizar no Sea World, Busch Gardens e Acquatica. No primeiro dia você compra o copo e enche de graça no intervalo de 10 minutos por USD 14.99 + impostos e nos dias seguintes sempre que for encher paga USD 0,99 + impostos.

Clique aqui para consultar todas as atrações do Sea World com detalhes e a também agenda com horários do Parque.

Não se esqueça do protetor solar e boa diversão!!

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Lisboa... encantadora!

Torre de Belém

Esse post vai ser um pouco diferente do que venho postando aqui no Viagem com Eles. É que essa viagem foi diferente de todas que já fizemos! Desta vez, fui somente com meu filho mais velho, à beira de completar 18 anos e fomos com um olhar diferenciado para lá... tentar ver como moram lá os brasileiros e portugueses. E descobri... que em 7 dias é muito difícil saber exatamente como é o dia a dia deles! Pudemos ter uma idéia, mas ficamos mesmo é com um gostinho de quero mais!

Vou contar aqui um pouco dos nossos quase 7 dias em Portugal...

Antes, vamos entender um pouco como eles dividem as regiões:

País = Portugal
Distrito (cidade) = Lisboa, Porto, Coimbra, Leiria, Madeira...
Concelho (municípios) = Lisboa, Cascais, Sintra, Oeiras...
Freguesia (regiões) = de Lisboa por exemplo:  Belém, Avenidas Novas, Parque das Nações, Benfica...
Bairros, que são subdivisões informais das regiões = de Lisboa por exemplo, Alfama, Bairro Alto, Chiado, Graça, Príncipe Real, Benfica, Parque das Nações, Amoreiras...

Ficamos 4 dias e meio em Lisboa e 2 dias em Cascais.

Mas ô povo gentil, educado e prestativo! Não teve uma vez que perguntamos alguma coisa para algum morador na rua que eles não parassem para explicar em detalhes como fazer pra chegar. E muitas vezes, se não sabiam aonde era, entravam no Google maps para ajudar a achar!

Transporte



Interior da estação de 
metrô Vasco da Gama















Fizemos praticamente tudo a pé e de Metro. Sem acento no 'ô mesmo! Inclusive o trajeto do Aeroporto ao Hotel, fizemos de metrô. Até a estação Marquês de Pombal, que era onde estávamos hospedados, demorou em torno de 20 minutos. Bem tranquilo! Aliás, a maioria das estações estão reformadas e decoradas com lindos azulejos e estão sempre muito limpas.




Para melhor utilizar os transportes públicos, resolvi comprar o cartão Viva Viagem, que pode ser carregado de 3 formas:

Fonte: http://www.carris.pt/pt/cartoes-de-suporte/














Viagem única, Diária livre ou Zapping que foi o que utilizamos. No Zapping você carrega o valor que quiser e paga um pouco mais barato o trajeto (1,35 euros). Maiores informações sobre as estações e os valores, acesse o site da Carris, responsável pelo transporte público.

O cartão é individual e depois de carregado, passa-se na catraca na entrada e na saída para validar. Para o trem ou comboio como chamam, o valor é mais alto e vai depender de onde está partindo e aonde vai descer. Tem uma lista de preços em cada estação ou no site da CP - Comboios de Portugal. Inclusive neste site é possível fazer simulação de preço com os horários do trajeto desejado.

E algumas vezes pegamos o bondinho, chamado por lá de Elétrico (3,00 euros) ou o ônibus de linha mesmo, chamados de autocarros. Não utilizamos taxi por lá, por isso não posso dar uma ideia de preço. Outro transporte disponível para turismo é o Tuk Tuk, que tem em todo lugar turístico de Lisboa. Até queríamos andar, mas o preço era bem salgado, pois é destinado para turistas.

Elétrico














Já aqueles ônibus tipo "Seightseeing" como da empresa YellowBus, que é a empresa oficial de Seightseeing em Lisboa, por exemplo, vimos bastante por lá. Também resolvemos não utilizar pois gostamos mais de andar! Mas para quem não gosta ou não pode andar muito, este tipo de ônibus "Sightseeing" pode ser uma boa opção quando não se tem muitos dias na cidade. Inclusive alguns pacotes incluem a utilização dos Elétricos, do Aerobus (que faz o transporte de alguns pontos da cidade até o aeroporto) e também ingressos de alguns pontos turísticos, de graça. Neste caso é necessário verificar o que está incluso antes de comprar o pacote.

Hospedagem

Ficamos hospedados em um hotel da rede HF - Hotel Fênix Garden. Hotel 3 estrelas com um ótimo café da manhã. Adoramos a localização. Ficamos ao lado da praça e estação de metrô Marquês de Pombal. Local com hotéis e empresas, bem movimentado durante o dia e não muito vazio durante a noite. Além de ficar bem no meio dos principais pontos turísticos de Lisboa! E ao lado da Avenida Liberdade, a Quinta Avenida de Lisboa! Com uma Padaria Portuguesa bem próxima (uma rede de padarias em Lisboa com pães maravilhosos) !

Também ficamos hospedados na região de Estoril para ficar mais próximo de Cascais e poder conhecer aquela região. Mas como resolvemos voltar 1 dia antes para Lisboa, ficamos um dia hospedados no Ibis Liberdade, na mesma região do Hotel Fenix Garden - Marquês do Pombal. Hotel 2 estrelas, com um quarto pequeno, mas bem novo, bem cuidado e bem localizado. E com um preço ótimo!


Passeios

Nossa agenda em Lisboa foi assim:

Primeiro dia:
Fomos ao Estádio Benfica e no Shopping Colombo que fica ao lado pois precisávamos comprar um casaco mais quentinho! Esse shopping é bem grande, super completo e bonito. E ainda tem a loja Primark que é uma ótima loja de roupas e acessórios com preços fantásticos! Ah, ainda tem um supermercado Continente e uma Toys´r Us!

Shopping Colombo
Museu do Estádio Benfica





Depois seguimos até Chiado de metrô e pegamos o Electrico 28 até o ponto Martins Fontes e seguimos a pé  até o Castelo São Jorge (uma boa caminhada aliás, com subidas e escadas, inclusive até uma escada rolante).  Mas vale a pena ir ao castelo! Linda vista!

Castelo São Jorge
Depois, seguimos a pé até o Miradouro Santa Luzia e fomos descendo pelo bairro de Alfama até chegar à Praça do Mercado (uma caminhada grandinha). Comemos por ali e fomos seguindo até a famosa Rua Augusta passando pelo Arco da Rua Augusta.


Estátua São Vicente
Miradouro Santa Luzia
Miradouro Santa Luzia

Praça do Mercado - Arco da Rua Augusta

Resolvemos pegar o pôr-do-sol ali mesmo e subir pelo Elevador Santa Lucia. Linda vista, e ainda fomos premiados com uma linda lua!! Fomos com o elevador que sobe até o bairro do Chiado e dali seguimos o final de noite pelo Armazém do Chiado (shopping) e na Rua Garret com várias lojas, pastelarias (docerias) e sorveterias, além do largo do Chiado que sempre tem música ao vivo pra apreciarmos tomando um café no famoso café A Brasileira, aonde Fernando Pessoa costumava frequentar! Bem animado por ali!


Lateral do Convento do Carmo
Praça Luis de Camões















Armazéns do Chiado
(shopping)
Rua Garret



Café A Brasileira
















Segundo dia:
Parque das Nações: Teleférico/Oceanário/Shopping /Estação Oriente
Belém: Padrão dos Descobrimentos/Torre de Belém(Foto inicial)/Mosteiro dos Jerónimos/Pastéis de Belém
Cais de Sodré: Mercado da Ribeira

Torre Vasco  da Gama
Telecabina (teleférico)
Oceanário
Parque das Nações


Estação Metro Oriente
 
Centro Vasco da Gama
(Shopping)

















Estação de Comboio Belém

Padrão dos Descobrimentos
















Mercado da Ribeira 
Cais do Sodré















Terceiro dia:

Catedral da Sé/Praça do Rossio/Miradouro São Pedro de Alcântara/Bairro Alto/Jardim do Príncipe Real/Av. liberdade/Parque Eduardo VII/Marquês do Pombal

Catedral da Sé
Calçada e Elevador da Glória















Museu Nacional de História
Natural
Parque Eduardo VII
Av. Liberdade


E no final do terceiro dia, seguimos para a região de Cascais de comboio (trem) onde passamos 2 dias.

O primeiro dia foi em Cascais mesmo. Fomos seguindo de Estoril, onde nos hospedamos, andando pelo calçadão junto à praia (eles chamam de paredão). É uma bela andada, tanto em distância como em beleza. Por lá vimos bastante gente correndo, andando de bicicleta e aqueles patinetes que viraram febre por lá também, passeando com cachorro ou turistando como nós. Tem muitos bares ou lanchonetes que ficam na beira da praia, com mesas, mas que estavam fechados, imaginamos que por causa do inverno.

Inclusive, perguntamos a uma trabalhadora de lá se era algum feriado ou se ficava fechado mesmo no inverno. Ela informou que de quarta-feiras muitos comércios fecham nessa época do ano (e era bem uma quarta-feira!) mas que muitos fecham mesmo, durante temporada toda de janeiro.  Então no inverno, por causa do frio e vento, podemos apenas 'admirar' de longe aquelas praias lindas!

Estação do comboio - Monte Estoril

Costa de Monte  Estoril

Praia da Conceição em Cascais

Roda gigante - Cascais
Torre de Cascais e Fortaleza
de Nossa Senhora

Boca do Inferno - Cascais

Ficamos imaginando que no verão ali deve encher e deve ser demais aproveitar de perto toda aquela beleza natural! Além de paisagens lindas, casas e predinhos muito simpáticos e conservados, Cascais tem um centrinho bem agradável, com praças e vários comércios gostosos de andar. Lembrou um pouco Búzios, no Rio de Janeiro.

Almoçamos em um restaurante divino por lá: Jardim dos Frangos, fica localizado em frente a uma pracinha chamada Jardim Visconde da Luz. Eu comi aquele prato famoso português, que parece uma bisteca de porco chamado Febras de porco, e meu filho um frango assado com arroz e fritas, que estavam muito bons e saborosos! Recomendamos!


Jardim Visconde da Luz
Deixamos de conhecer a Praia do Guincho e algumas praias mais para o norte de Cascais pois estava muito vento e frio nesse dia e já tinhamos andado bastante até lá. Fica anotado para a próxima!

No outro dia, fomos conhecer os bairros por ali como Estoril, Parede, Carcavelos e Oeiras. Andamos bastante para tentar conhecer a região. Estoril tem o famoso cassino de Estoril, mas que só pode entrar com idade acima de 18 anos, então não pude visitar. E também tem muitas casas grandes, hotéis e alguns restaurantes. Mas no inverno achamos as ruas bem vazias, principalmente à noite!


Estoril

Já nos outros bairros, fomos somente durante o dia e pudemos ver um pouco mais de gente nas ruas pois tem mais prédios, escolas e mais comércios. Então, conseguimos ver mais o dia a dia de moradores. Pensei que de carro pudessemos ter aproveitado mais a visita podendo andar mais para dentro dos bairros. Como ficamos meio na beira do comboio, quase sempre tivemos aquele marzão para admirar! Andamos bastante nesse dia! Mas foi um dia bem agradável!

Jardim Almirante Gago
Coutinho em Oeiras

Alguns pontos turísticos que visitamos em Cascais:


Roda gigante - Cascais


Praça 5 de Outubro com a estátua de D. Pedro I, assim que acaba o calçadão.  Logo em frente tem uma linda roda gigante, que estava fechada no dia que fomos lá, mas só de olhar já dá um visual bem bonito!


Praça 5 de Outubro - Estátua
de D.Pedro I - Cascais
Depois fomos até a Cidadela de Cascais, centro histórico de Cascais, uma fortaleza localizada na vila que conta com o projeto Cidadela Art District que oferece arte ao ar livre para os visitantes e moradores. Dali seguimos andando até a Boca do Inferno. Na volta pela costa, passamos também pelo Farol Santa Marta.

Cidadela Art District - Cascais

Farol Santa Marta - Cascais

Voltamos no último dia à Lisboa e resolvemos ficar mais calmos e curtir alguns lugares que mais gostamos e ficar à toa por exemplo à beira do Rio Tejo ouvindo uma música ao vivo e curtindo aquela paisagem maravilhosa!

Ainda faltaram muitos lugares como o MAAT, LX Factory, Museu do Azulejo entre outros em Lisboa e próximo a Lisboa que deixamos para a nossa próxima viagem à Portugal!

Enfim, esperamos ter contribuído um pouco com nossa rápida passagem por Lisboa. E com certeza queremos voltar a Portugal para conhecer outras regiões como Sintra, Fátima, Porto e etc...

Finalizo este post com esta linda paisagem na beira do Rio Tejo! Até a próxima!

Vista do Rio Tejo próximo à Praça do Mercado


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...