Metrô de Nova York



Ah, esse sim leva algum tempo e alguns erros para aprendermos a andar nele! Mas ajuda bastante nas nossas andanças depois! NY é muito fácil de se andar pois é plana, mas as distâncias podem ser longas e a criançada acaba cansando, até a gente cansa...

Normalmente, para programar as atividades do dia, eu costumo escolher um destino mais longe e começo com ele de metrô, para não cansar logo no primeiro passeio. Daí durante o dia, a idéia é seguir a pé para ir conhecendo os lugares pelo caminho. A não ser que o destino seguinte seja em local oposto, é melhor pegar o metrô novamente. E claro, no final do dia, era quase sempre com ele que voltávamos pro Hotel pois já estávamos cansados!

Daí vem a pergunta, compensa comprar o bilhete Metrocard sem limite de viagem por 7 dias? Depende...

Nessa minha última viagem não comprei, pois meus meninos estão grandes e acabaria gastando USD124.00 só de metrô. Acima de 44 polegadas ou 1.11 metros a criança deverá pagar para entrar. E idosos a partir de 65 pagam USD1.35, mas tem que ter cadastro pelo site do MTA (Metropolitan Transportation Authority - empresa de transportes de NY).

O bilhete avulso custa USD 3,00. Resolvi comprar o bilhete "Pay-per-Ride" que custa USD2,75 cada trecho e pegar o desconto de 5% quando compramos mais que 5,50 e vc pode recarregar qdo precisar.

O custo total de metrô nessa  viagem ficou em torno de 30 dólares mais barato que se tivesse comprado o Metrocard "Unlimited ride". Mas muitas vezes em que estávamos cansados, acho que teríamos utilizado o metrô se tivéssemos o cartão! Acabávamos seguindo a pé para economizar um pouco. Então, minha sugestão é fazer as contas de acordo com o tamanho das crianças e o número de dias que vai ficar. Considere nessa conta básica, pelo menos 2 trechos por dia por pessoa.

Clique aqui para acessar uma tabela com opções e comparações de valores considerando o desconto, para saber qual bilhete vale a pena, calculados pela própria MTA, empresa responsável pelo transporte em NY.


Tipos de Metrocard:

1. Pay-per-ride:  Você faz carga ou recarga (de USD5.00 a 100.00) sempre que precisar e pode ser usado quantas vezes quiser por mais de uma pessoa, desde que haja saldo.

2. Unlimited ride: É um cartão individual com validade de 7 dias (US32.00) e 30 dias (USD121.00). Passou uma vez na catraca, só após 20 minutos consegue passar novamente.

É possível comprar o Metrocard naquelas máquinas automáticas em dinheiro ou cartão de crédito. Quando for comprar ou recarregar, a máquina pedirá o zip code, o CEP de lá. É só colocar 5 números quaisquer ou o cep do hotel se souber. É cobrado USD1.00 na compra do cartão, mas nada na recarga.

Fundamental: levar pelo menos "um" mapa grudado com você caso pretenda usar o metrô pela cidade. Você pode pedir esse mapa na bilheteria da estação mais próxima do seu hotel no primeiro dia caso ainda não tenha. Ou baixar um aplicativo do metrô em seu celular.



No site da MTA você encontra informações sobre os serviços, itinerários e pode fazer o download do mapa.

Clique aqui para acessar o mapa online direto do site da MTA:

Como o metrô por lá é bem extenso, seguem algumas dicas:

1. Sempre que for fazer um passeio usando o metrô, planeje no mapa de onde está saindo e pra onde vai não só a estação que vai descer.

2. Eu costumo ainda no hotel, colocar no Google Map pra onde pretendo ir e de onde estou saindo, selecionar que vou de metrô e tiro uma foto do resultado. Ajuda muito para saber onde terá que descer ou mesmo quando trocar de linha.

3. Confira antes de entrar na estação se a linha que pretende pegar está na placa de fora da estação indicando que ali passará esse trem.

4. Pode acontecer de algumas estações fecharem aos finais de semana e feriados. Fique atento aos avisos colados na entrada da estação ou nas catracas. Nesse caso, se não conseguir encontrar uma rota alternativa pelo mapa, pergunte aos guardas do metrô ou na bilheteria. Nem toda estação tem bilheteria ou guarda! Mas sempre achei alguém que me ajudasse a me encontrar!

5. Dentro do metrô, repare que na plataforma, pode ter várias linhas diferentes passando. Por exemplo, metrô D, E ou C de um lado indo pra norte e D, E ou C que vão para o sul.
Ou mesmo aqueles trens expressos que só param na última estação (colocam uma placa na frente do trem avisando que é expresso). Tem poucas ou apenas 1 parada até a estação final! 
Ou às vezes é necessário trocar de linha, conforme indicado no mapa, mas quase sempre é por dentro do metrô mesmo.


Resumindo: 

1. Mapa:

Antes de entrar no metrô, olhe no mapa, já sabendo a estação em que deverá descer, quais linhas poderá pegar, seguindo as cores das letras ou números: A, B, C, D, E, F, J, M, N, Q, R, W, Z, 1, 2, 3, 4, 5. E a região a que deve ir como por exemplo: Uptown ou Downtown. Só entre na estação se a linha que vai pegar estiver indicada na entrada.





2. Estação/Plataforma:

Antes de descer na plataforma, minha sugestão é conferir as plaquinhas superiores ou nas colunas (como essa acima) ficando atento às linhas (ABCDEFJMNQRWZ12345), e região (Uptown/Downtown) que pretende ir. Essas placas costumam também indicar o bairro de destino final, como nesse caso acima, o Queens. Tudo conferido, daí sim, siga para o lado ou andar correto para pegar o trem.

Essa foto abaixo é de uma estação simples, com apenas um trem mas que pode ser de várias linhas (letras e numeros mencionados acima). Fique atento à letra indicada no trem na frente e na lateral.





Como mencionamos acima, dentro da mesma plataforma do metrô, pode ter várias linhas e regiões diferentes passando e mais de um andar. Por exemplo, metrô D, E ou C de um lado indo pra norte e D, E ou C que vão para o sul.


3. Trem: 

Quando o trem estiver apontando, já fique atento à letra ou número que está indicado na parte externa da frente e na lateral com às quais ele serve (ABCDEFJMNQRWZ12345). Depois de entrar, é só ficar atento à sua estação!!


Links úteis:
MTA (é possível selecionar a língua portuguesa!)
GoogleMaps

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...