Lisboa... encantadora!

Torre de Belém

Esse post vai ser um pouco diferente do que venho postando aqui no Viagem com Eles. É que essa viagem foi diferente de todas que já fizemos! Desta vez, fui somente com meu filho mais velho, à beira de completar 18 anos e fomos com um olhar diferenciado para lá... tentar ver como moram lá os brasileiros e portugueses. E descobri... que em 7 dias é muito difícil saber exatamente como é o dia a dia deles! Pudemos ter uma idéia, mas ficamos mesmo é com um gostinho de quero mais!

Vou contar aqui um pouco dos nossos quase 7 dias em Portugal...

Antes, vamos entender um pouco como eles dividem as regiões:

País = Portugal
Distrito (cidade) = Lisboa, Porto, Coimbra, Leiria, Madeira...
Concelho (municípios) = Lisboa, Cascais, Sintra, Oeiras...
Freguesia (regiões) = de Lisboa por exemplo:  Belém, Avenidas Novas, Parque das Nações, Benfica...
Bairros, que são subdivisões informais das regiões = de Lisboa por exemplo, Alfama, Bairro Alto, Chiado, Graça, Príncipe Real, Benfica, Parque das Nações, Amoreiras...

Ficamos 4 dias e meio em Lisboa e 2 dias em Cascais.

Mas ô povo gentil, educado e prestativo! Não teve uma vez que perguntamos alguma coisa para algum morador na rua que eles não parassem para explicar em detalhes como fazer pra chegar. E muitas vezes, se não sabiam aonde era, entravam no Google maps para ajudar a achar!

Transporte



Interior da estação de 
metrô Vasco da Gama















Fizemos praticamente tudo a pé e de Metro. Sem acento no 'ô mesmo! Inclusive o trajeto do Aeroporto ao Hotel, fizemos de metrô. Até a estação Marquês de Pombal, que era onde estávamos hospedados, demorou em torno de 20 minutos. Bem tranquilo! Aliás, a maioria das estações estão reformadas e decoradas com lindos azulejos e estão sempre muito limpas.




Para melhor utilizar os transportes públicos, resolvi comprar o cartão Viva Viagem, que pode ser carregado de 3 formas:

Fonte: http://www.carris.pt/pt/cartoes-de-suporte/














Viagem única, Diária livre ou Zapping que foi o que utilizamos. No Zapping você carrega o valor que quiser e paga um pouco mais barato o trajeto (1,35 euros). Maiores informações sobre as estações e os valores, acesse o site da Carris, responsável pelo transporte público.

O cartão é individual e depois de carregado, passa-se na catraca na entrada e na saída para validar. Para o trem ou comboio como chamam, o valor é mais alto e vai depender de onde está partindo e aonde vai descer. Tem uma lista de preços em cada estação ou no site da CP - Comboios de Portugal. Inclusive neste site é possível fazer simulação de preço com os horários do trajeto desejado.

E algumas vezes pegamos o bondinho, chamado por lá de Elétrico (3,00 euros) ou o ônibus de linha mesmo, chamados de autocarros. Não utilizamos taxi por lá, por isso não posso dar uma ideia de preço. Outro transporte disponível para turismo é o Tuk Tuk, que tem em todo lugar turístico de Lisboa. Até queríamos andar, mas o preço era bem salgado, pois é destinado para turistas.

Elétrico














Já aqueles ônibus tipo "Seightseeing" como da empresa YellowBus, que é a empresa oficial de Seightseeing em Lisboa, por exemplo, vimos bastante por lá. Também resolvemos não utilizar pois gostamos mais de andar! Mas para quem não gosta ou não pode andar muito, este tipo de ônibus "Sightseeing" pode ser uma boa opção quando não se tem muitos dias na cidade. Inclusive alguns pacotes incluem a utilização dos Elétricos, do Aerobus (que faz o transporte de alguns pontos da cidade até o aeroporto) e também ingressos de alguns pontos turísticos, de graça. Neste caso é necessário verificar o que está incluso antes de comprar o pacote.

Hospedagem

Ficamos hospedados em um hotel da rede HF - Hotel Fênix Garden. Hotel 3 estrelas com um ótimo café da manhã. Adoramos a localização. Ficamos ao lado da praça e estação de metrô Marquês de Pombal. Local com hotéis e empresas, bem movimentado durante o dia e não muito vazio durante a noite. Além de ficar bem no meio dos principais pontos turísticos de Lisboa! E ao lado da Avenida Liberdade, a Quinta Avenida de Lisboa! Com uma Padaria Portuguesa bem próxima (uma rede de padarias em Lisboa com pães maravilhosos) !

Também ficamos hospedados na região de Estoril para ficar mais próximo de Cascais e poder conhecer aquela região. Mas como resolvemos voltar 1 dia antes para Lisboa, ficamos um dia hospedados no Ibis Liberdade, na mesma região do Hotel Fenix Garden - Marquês do Pombal. Hotel 2 estrelas, com um quarto pequeno, mas bem novo, bem cuidado e bem localizado. E com um preço ótimo!


Passeios

Nossa agenda em Lisboa foi assim:

Primeiro dia:
Fomos ao Estádio Benfica e no Shopping Colombo que fica ao lado pois precisávamos comprar um casaco mais quentinho! Esse shopping é bem grande, super completo e bonito. E ainda tem a loja Primark que é uma ótima loja de roupas e acessórios com preços fantásticos! Ah, ainda tem um supermercado Continente e uma Toys´r Us!

Shopping Colombo
Museu do Estádio Benfica





Depois seguimos até Chiado de metrô e pegamos o Electrico 28 até o ponto Martins Fontes e seguimos a pé  até o Castelo São Jorge (uma boa caminhada aliás, com subidas e escadas, inclusive até uma escada rolante).  Mas vale a pena ir ao castelo! Linda vista!

Castelo São Jorge
Depois, seguimos a pé até o Miradouro Santa Luzia e fomos descendo pelo bairro de Alfama até chegar à Praça do Mercado (uma caminhada grandinha). Comemos por ali e fomos seguindo até a famosa Rua Augusta passando pelo Arco da Rua Augusta.


Estátua São Vicente
Miradouro Santa Luzia
Miradouro Santa Luzia

Praça do Mercado - Arco da Rua Augusta

Resolvemos pegar o pôr-do-sol ali mesmo e subir pelo Elevador Santa Lucia. Linda vista, e ainda fomos premiados com uma linda lua!! Fomos com o elevador que sobe até o bairro do Chiado e dali seguimos o final de noite pelo Armazém do Chiado (shopping) e na Rua Garret com várias lojas, pastelarias (docerias) e sorveterias, além do largo do Chiado que sempre tem música ao vivo pra apreciarmos tomando um café no famoso café A Brasileira, aonde Fernando Pessoa costumava frequentar! Bem animado por ali!


Lateral do Convento do Carmo
Praça Luis de Camões















Armazéns do Chiado
(shopping)
Rua Garret



Café A Brasileira
















Segundo dia:
Parque das Nações: Teleférico/Oceanário/Shopping /Estação Oriente
Belém: Padrão dos Descobrimentos/Torre de Belém(Foto inicial)/Mosteiro dos Jerónimos/Pastéis de Belém
Cais de Sodré: Mercado da Ribeira

Torre Vasco  da Gama
Telecabina (teleférico)
Oceanário
Parque das Nações


Estação Metro Oriente
 
Centro Vasco da Gama
(Shopping)

















Estação de Comboio Belém

Padrão dos Descobrimentos
















Mercado da Ribeira 
Cais do Sodré















Terceiro dia:

Catedral da Sé/Praça do Rossio/Miradouro São Pedro de Alcântara/Bairro Alto/Jardim do Príncipe Real/Av. liberdade/Parque Eduardo VII/Marquês do Pombal

Catedral da Sé
Calçada e Elevador da Glória















Museu Nacional de História
Natural
Parque Eduardo VII
Av. Liberdade


E no final do terceiro dia, seguimos para a região de Cascais de comboio (trem) onde passamos 2 dias.

O primeiro dia foi em Cascais mesmo. Fomos seguindo de Estoril, onde nos hospedamos, andando pelo calçadão junto à praia (eles chamam de paredão). É uma bela andada, tanto em distância como em beleza. Por lá vimos bastante gente correndo, andando de bicicleta e aqueles patinetes que viraram febre por lá também, passeando com cachorro ou turistando como nós. Tem muitos bares ou lanchonetes que ficam na beira da praia, com mesas, mas que estavam fechados, imaginamos que por causa do inverno.

Inclusive, perguntamos a uma trabalhadora de lá se era algum feriado ou se ficava fechado mesmo no inverno. Ela informou que de quarta-feiras muitos comércios fecham nessa época do ano (e era bem uma quarta-feira!) mas que muitos fecham mesmo, durante temporada toda de janeiro.  Então no inverno, por causa do frio e vento, podemos apenas 'admirar' de longe aquelas praias lindas!

Estação do comboio - Monte Estoril

Costa de Monte  Estoril

Praia da Conceição em Cascais

Roda gigante - Cascais
Torre de Cascais e Fortaleza
de Nossa Senhora

Boca do Inferno - Cascais

Ficamos imaginando que no verão ali deve encher e deve ser demais aproveitar de perto toda aquela beleza natural! Além de paisagens lindas, casas e predinhos muito simpáticos e conservados, Cascais tem um centrinho bem agradável, com praças e vários comércios gostosos de andar. Lembrou um pouco Búzios, no Rio de Janeiro.

Almoçamos em um restaurante divino por lá: Jardim dos Frangos, fica localizado em frente a uma pracinha chamada Jardim Visconde da Luz. Eu comi aquele prato famoso português, que parece uma bisteca de porco chamado Febras de porco, e meu filho um frango assado com arroz e fritas, que estavam muito bons e saborosos! Recomendamos!


Jardim Visconde da Luz
Deixamos de conhecer a Praia do Guincho e algumas praias mais para o norte de Cascais pois estava muito vento e frio nesse dia e já tinhamos andado bastante até lá. Fica anotado para a próxima!

No outro dia, fomos conhecer os bairros por ali como Estoril, Parede, Carcavelos e Oeiras. Andamos bastante para tentar conhecer a região. Estoril tem o famoso cassino de Estoril, mas que só pode entrar com idade acima de 18 anos, então não pude visitar. E também tem muitas casas grandes, hotéis e alguns restaurantes. Mas no inverno achamos as ruas bem vazias, principalmente à noite!


Estoril

Já nos outros bairros, fomos somente durante o dia e pudemos ver um pouco mais de gente nas ruas pois tem mais prédios, escolas e mais comércios. Então, conseguimos ver mais o dia a dia de moradores. Pensei que de carro pudessemos ter aproveitado mais a visita podendo andar mais para dentro dos bairros. Como ficamos meio na beira do comboio, quase sempre tivemos aquele marzão para admirar! Andamos bastante nesse dia! Mas foi um dia bem agradável!

Jardim Almirante Gago
Coutinho em Oeiras

Alguns pontos turísticos que visitamos em Cascais:


Roda gigante - Cascais


Praça 5 de Outubro com a estátua de D. Pedro I, assim que acaba o calçadão.  Logo em frente tem uma linda roda gigante, que estava fechada no dia que fomos lá, mas só de olhar já dá um visual bem bonito!


Praça 5 de Outubro - Estátua
de D.Pedro I - Cascais
Depois fomos até a Cidadela de Cascais, centro histórico de Cascais, uma fortaleza localizada na vila que conta com o projeto Cidadela Art District que oferece arte ao ar livre para os visitantes e moradores. Dali seguimos andando até a Boca do Inferno. Na volta pela costa, passamos também pelo Farol Santa Marta.

Cidadela Art District - Cascais

Farol Santa Marta - Cascais

Voltamos no último dia à Lisboa e resolvemos ficar mais calmos e curtir alguns lugares que mais gostamos e ficar à toa por exemplo à beira do Rio Tejo ouvindo uma música ao vivo e curtindo aquela paisagem maravilhosa!

Ainda faltaram muitos lugares como o MAAT, LX Factory, Museu do Azulejo entre outros em Lisboa e próximo a Lisboa que deixamos para a nossa próxima viagem à Portugal!

Enfim, esperamos ter contribuído um pouco com nossa rápida passagem por Lisboa. E com certeza queremos voltar a Portugal para conhecer outras regiões como Sintra, Fátima, Porto e etc...

Finalizo este post com esta linda paisagem na beira do Rio Tejo! Até a próxima!

Vista do Rio Tejo próximo à Praça do Mercado


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...